RICARDO SANTOS ARRANCA EM GRANDE NO “COVER ME SQUASH 2018” – RELEASE FINAL

0
417

RICARDO SANTOS ARRANCA EM GRANDE NO “COVER ME SQUASH 2018”

 

Teve lugar nesta ultima sexta-feira e sábado a prova que marcou o arranque da época “squashistíca” na região – o “COVER ME SQUASH 2018″.

Com 21 atletas regionais a marcar presença nesta prova de Nível 2 da Federação Nacional de Squash, destaca-se desde logo a participação dos principais candidatos à vitória do circuito regular da modalidade e ainda de dois atletas de formação de ambos os clubes regionais – Madeira Squash Clube (Vicente Almeida) e AD Galomar (Eduardo Silva), num sinal claro do ambicionado esforço de rejuvenescimento patente no trabalho destas coletividades.

O Hotel Madeira Regency Club foi, à semelhança de outros anos, o anfitrião desta prova. Local de treino de muitos dos atletas regionais e fundamental no projeto de formação do Madeira Squash Clube, é com muita apreensão e ansiedade que os principais responsáveis da modalidade vêm acompanhando algumas noticias mais “nebulosas” sobre o futuro deste importante court de squash, um dos mais acarinhados pelos atletas funchalenses.

Ao longo do “COVER ME SQUASH 2018”, organizado pelo Madeira Squash Clube, ficou bem patente o equilíbrio que subsiste entre os vários atletas regionais, com partidas muito bem disputadas entre os principais protagonistas do squash regional. Com três quadros competitivos em disputa, as meias finais do quadro principal foram alcançadas por Ricardo SantosRicardo SardinhaBruno Silva e Rui Catanho. De entre estes Ricardo Sardinha “desfez-se” de Bruno Silva e no outro embate, Ricardo Santos levou a melhor sobre Rui Catanho, que se lesionou na sequência desta partida.

Arredados da disputa pelo pódium principal, Marco Spínola saiu vitorioso da Placa A ao bater Arlindo Lemos por 2-0 na final, enquanto João Paulo Ferreira venceu a Placa B ante o regressado Hector Teixeira.

Na aguardada final da tarde de sábado entre os dois “Ricardos”, Santos esteve irrepreensível no seu squash, muito concentrado e sem dar azo a quaisquer veleidades do seu opositor. Ricardo Santos bateu assim Ricardo Sardinha por um inapelável 2-0 em sets, com parciais (11-2 e 11-5) que denotaram um desiquilíbrio pouco habitual nas partidas entre estes dois atletas mas, perfeitamente justos face ao que sucedeu em court.

A final e cerimónia de encerramento deste primeiro torneio, contou, à semelhança de toda a prova, com a presença de vários entusiastas da modalidade que abrilhantaram assim o arranque da época. Isso mesmo esteve presente nas palavras de Marco Spínola – Diretor da prova, que enalteceu ainda “o trabalho de formação que vem sendo desenvolvido pelos dois clubes e que constitui um importantíssimo contributo para o futuro da modalidade na região”, fazendo notar muita preocupação contudo pelo “desaparecimento de alguns dos courts de squash nalgumas unidades hoteleiras da região, aspeto que realça a urgência na utilização das infraestruturas públicas existentes, o que tarda a acontecer”. O squash regional está de regresso dia 10 de Fevereiro com a primeira prova do Circuito Regional de Duplas e dias 23 e 24 de Fevereiro com a realização da segunda prova da competição sénior, simultaneamente com o arranque do competição júnior, todas a terem lugar nos courts do ginásio Galo Ative no Caniço de baixo.

Regressamos em breve com mais noticias do squash regional. Até lá…bons treinos!
A organização do “COVER ME SQUASH 2018”

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here