Charlie Cowie venceu e convenceu na 2ª edição do Closed PSA Galo Resort 2018

0
649

Imperou a lógica no Closed PSA Galo Resort, ou melhor, a lei do mais forte. O britânico Charlie Cowie apresentava-se à partida como o mais sério candidato à vitória e, ao longo dos dois dias de prova, vincou a sua superioridade, vencendo todos os encontros sem ceder um único set. Na final o britânico derrotou Pedro Dâmaso por 3-0, apesar da boa réplica dada pelo internacional português. Um grande espetáculo desportivo a fechar um fim de semana em grande para o squash regional.

11-4, 11-7 e 11-3. Foram estes os números com que Charlie Cowie derrotou, na final, o internacional português Pedro Dâmaso e reclamou o título do Closed PSA Galo Resort 2018. O jogador britânico esteve num nível à parte e fez jus à promessa que havia feito na edição do ano transacto, onde foi terceiro classificado, de regressar à Região para erguer o troféu.

Apesar de todos os esforços de Pedro Dâmaso e da boa réplica que ofereceu ao cabeça de série número um, a lei do mais forte imperou e Charlie Cowie emergiu como o natural vencedor, não tendo cedido, sequer, qualquer set ao longo de toda a competição.

No encontro de atribuição do terceiro e quarto classificado, Norberto Monteiro, que se exibiu na Região a muito bom nível, surpreendeu André Lima e venceu por 3-1 o experiente jogador nortenho.

Paralelamente ao Quadro Principal realizaram-se igualmente mais duas competições, o Torneio de Principiantes e a 3º Etapa do Circuito Regional Jovem com um Quadro Feminino e um Masculino, que vieram dar um brilho ainda maior a um fim de semana excelente para o squash regional.

Na competição dos jovens, Eduardo Silva venceu o Quadro Masculino e Ana Cristina Oliveira o Quadro Feminino.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here